Dieta para Gastrite Nervosa

Uma dieta para gastrite nervosa é essencial para quem sofre com este problema intestinal. Gastrite nada mais é que uma inflamação no revestimento do estômago, causando assim diversos efeitos como náuseas, perda de apetite, vômito e geralmente uma dor na parte superior da barriga.

É um mal extremamente desconfortável que faz parte da vida de muitos brasileiros atualmente. Entretanto, existem diversas maneiras de evitar a gastrite de forma saudável, sendo a mais indicada pelos médicos e profissionais da saúde a dieta regulada. Por ser um problema geralmente ocasionado pela alimentação desregulada  uma dieta se faz imprescindível para o controle da gastrite.

Nas receitas para quem tem gastrite primeiramente é necessário evitar determinados alimentos. Café, chocolate, refrigerantes, chás (preto, mate, hortelã, menta) se tornam grandes vilões de um estômago fragilizado, devendo ser evitados pelas pessoas que sofrem de algum tipo de gastrite. Frituras e gorduras também devem ser evitados (mesmo os de origem vegetal), assim como frutas cítricas ou ácidas como laranja, limão, tangerina, abacaxi, maracujá, entre outras.

emagrecer

Massas e doces também devem ser evitados pela quantidade de carboidratos existente nos mesmos, podendo desencadear efeitos desconfortáveis. Temperos fortes, embutidos (salsicha, linguiça, entre outros) e alimentos indigestos como pepino, tomate e melancia também devem ser evitados pelo longo tempo despendido pelo sistema estomacal para dissolver os mesmos. Em relação a anti-inflamatórios, faz-se necessária uma consulta médica para saber quais medicamentos deve-se ou não tomar. O álcool deve ser evitado fatídica e permanentemente.

Se você está pensando que é impossível seguir a Dieta da gastrite de maneira agradável e saborosa, está enganado. Adicionando alguns hábitos na rotina alimentar é possível ainda abrir exceções para os “alimentos proibidos” de vez em quando. Confira as recomendações sobre o que se alimentar abaixo:

  • Tome ao menos dois copos de leite por dia: O leite ajuda a acelerar a fermentação do suco gástrico, auxiliando no metabolismo e evitando pequenas infecções que podem desencadear a gastrite. É possível adicionar frutas como morango, banana, côco e outros ingredientes cereais e sementes ao leite.
  • Mastigar bem os alimentos e comer devagar é imprescindível.
  • Frutas e suco de frutas como morango, maçã, pêra, pêssego, banana, ameixa, cajú, caqui, goiaba, entre outras também são bem vindas.
  • Dê preferência à carnes magras: grelhadas, na chapa, assadas ou cozidas. Dê também preferência a queijos e derivados magros, ricota e requeijão light.
  • O feijão e arroz convencional também é aceito. Verduras, legumes e grãos também são altamente recomendados.

Lembre-se: O resultado no tratamento da gastrite geralmente é satisfatório se obedecidas as recomendações.

Deixe o seu comentário!