Compartilhe com seus amigos!

48 horas

Artigos Populares
Categorias

Dieta da USP

Dieta da USP

Conheça todos os benefícios da dieta da USP.

Em um país onde exala sensualidade, a preocupação com a forma física costuma ser uma obsessão para muitas mulheres, que muitas vezes resolvem fazer dietas malucas por conta própria, o que pode acarretar sérios problemas de saúde.

Muitas mulheres acreditam que uma dieta só é eficaz quando se passa fome. Ou então, procuram “pular” refeições, ficando sem almoçar ou jantar, comportamento que só serve para deixar o organismo debilitado e mais vulnerável às doenças.

Dietas muito restritivas, como aquelas em que só se consome um dos tipos de alimentos necessário para a nossa saúde, como por exemplo, somente proteínas, também são perigosas se forem feitas a longo prazo (por mais de 15 dias) e por pessoas que praticam exercícios físicos com frequência.

Uma das dietas de baixas calorias mais populares do Brasil que adota a técnica de ser à base de proteínas é a famosa “Dieta da USP”. Ela possui a duração de 14 dias, onde deve-se evitar o consumo de doces, assim como em qualquer dieta. O problema é que o cardápio diário se resume a apenas três refeições (café da manhã, almoço e jantar), com alimentos muito restritos como saladas e uma pequena porção de carnes magras, o que deixa a pessoa mais propensa a “beliscar” ao longo do dia.

Fazer pequenas refeições ao longo do dia, consumindo pequenas porções, de preferência de alimentos ricos em fibras, como frutas, legumes e verduras, leite e iogurte desnatados, bem como grãos e cereais integrais, costumam ser os principais alimentos das dietas de baixa caloria, pois aumentam a sensação de saciedade. E vale sempre lembrar: se deseja emagrecer com saúde, procure um médico endocrinologista.

 

Mais artigos sobre este tema:

Reeducação Alimentar © - Todos os Direitos Reservados - Google Plus - Politica de Privacidade